search
top

O CHEIRO DO LEITE MATERNO

É muito comum que as mães (e às vezes os pais) queixem-se do cheiro do leite materno que fica impregnado nas roupas e na própria mulher. Algumas mães sofrem terrivelmente por medo de que todos percebam o cheiro “ruim” de leite materno.

.

Mãe e bebê no sling de amamentação

.

QUAL É O CHEIRO NORMAL DO LEITE MATERNO?

Geralmente o cheiro do leite materno é bastante discreto, podendo tender ao aroma suave de baunilha ou então ao cheiro de água-de-coco. Em algumas situações especiais, o leite materno adquire um aroma diferente que incomoda algumas mães, bebês e maridos.

.

LEITE FRESCO x AO RELENTO X REGURGITADO

Assim como aconteceria com qualquer outro leite, o leite materno também adquire um aroma desagradável depois de ficar muito tempo exposto ao ar ambiente. É o caso do leite que fica acumulado nas roupas e nos lençóis de cama.

Já o leite regurgitado pelo bebê tem odor desagradável por conta do suco gástrico e demais fluidos intestinais.

Enquanto isso o leite materno fresco possui odor muito discreto e geralmente só adquire cheiro ruim em condições especiais.

.

QUEM FICA INCOMODADO?

“Será que todo mundo percebe que eu estou cheirando a leite azedo”?

Frequentemente é apenas a mulher quem percebe e fica incomodada com o odor de seu leite. Em alguns casos o marido e os familiares também se incomodam, porém o mais provável é que o incômodo dos outros seja gerado pelo leite regurgitado e pelo leite que “azedou” nas roupas e nos lençóis de cama.

Mantenha roupas e lençóis limpos e sem leite.

.

Bebê com pernas para cima

.

OS ALIMENTOS

Os alimentos que a mãe ingere são capazes de modificar tanto o sabor quanto aroma do leite materno. Diversas pesquisas já demonstraram que os bebês aceitam melhor os alimentos da família e costumam recusar alimentos estranhos. Um dos motivos para isso é que a criança entra em contato com o sabor e cheiro dos alimentos através da amamentação.

Alguns alimentos são tradicionalmente conhecidos por modificar os odores corporais, tais como cebola, alho, condimentos e álcool.  Eles devem ser evitados para que o leite fique com odor mais agradável.

Alguns bebês recusam o peito quando o cheiro é modificado.

.

A QUESTÃO PSICOLÓGICA

A forma como interpretamos os aromas é influenciado por questões psicológicas muito mais do que pensamos. Lembra-se daquele cheiro maravilhoso da comida da vovó ou então do delicioso perfume daquele seu grande amor? Pois é…

Cada pessoa possui uma atração especial por determinado aroma.

Se você está excessivamente incomodada com o odor do seu leite, pode ser que isso signifique que você esteja insegura ou incomodada com alguma coisa na amamentação.

Para tirar a dúvida, pergunte para alguém de sua confiança.

.

LEITE ABSORVE QUALQUER CHEIRO

Você já percebeu que ao deixarmos uma panela ou um copo de leite na geladeira, ele adquire o cheiro e até o sabor dos outros alimentos? Isso também pode acontecer com o leite materno.

Sempre guarde leite materno tampado.

.

Leite materno armazenado

.

DEPOIS DE CONGELADO

Algumas mulheres podem notar que seu leite tem um cheiro parecido com sabão, amargo ou rançoso, principalmente após descongelar o leite para oferecê-lo ao bebê. Isso acontece por que algumas mães possuem excesso de lipase, uma enzima que facilita a digestão do leite materno.

Embora o cheiro de “ranço” não signifique obrigatoriamente que o leite esteja estragado, é preciso tomar muito cuidado. Não pode haver cheiro azedo de forma alguma. Certifique-se de que o leite materno foi colhido de forma adequada e certifique-se de que não “passou do prazo de validade”.

• Não pode haver cheiro azedo.

Lembre-se de seguir criteriosamente todas as orientações para o congelamento e ordenha do leite materno. Atente para as questões de higiene.

Prove o leite antes de oferecer ao bebê.
Na dúvida, descarte o leite.

Lembre-se da tampa. O recipiente de armazenamento precisa possuir tampa para que não haja contaminação e também para que o leite não absorva o cheiro dos alimentos da geladeira.

Alguns especialistas recomendam aferventar o leite materno antes de congelar, para que parte da enzima lipase seja degradada. Porém, o leite não pode ferver. É preciso desligar o fogo assim que saírem aquelas primeiras bolhas de ar. O processo deve ser feito em banho-maria.

Pessoalmente prefiro que o leite não seja aferventado, para que não perca nutrientes e não corra riscos de contaminação. Melhor é ferver o vasilhame e congelar o leite assim que ele for ordenhado.

Siga criteriosamente a técnica de ordenha.

Observação: Os bancos de leite materno, que possuem padrão de qualidade impecável e grande responsabilidade com a comunidade, descartam qualquer leite que possua “odor secundário”, ou seja, qualquer cheiro que não seja o cheiro do leite fresco. No seu caso, como você congela leite para consumo próprio, e não para a comunidade, então sugerimos apenas que tome todas as medidas corretas de ordenha e armazenamento e jamais mantenha o leite materno por tempo prolongado.

.

Mãe com roupas de bebê

.

COMO TIRAR O CHEIRO DAS ROUPAS DO BEBÊ

  • Limão na água de lavagem
  • Amaciantes especiais para roupa de bebê
  • Sabão especial para roupa de bebê

Informe-se no supermercado que você frequenta se eles possuem produtos de limpeza especiais para roupa de bebês. Informa-se com alguém que já tenha utilizado um desses produtos com sucesso.

.

.

Veja também:

Existe leite materno doce e salgado?

Grupos de apoio à amamentação

Até que idade amamentar?

Aprenda a tirar o leite materno.

.

Parabéns por amamentar!

top