search
top

REMÉDIOS NA AMAMENTAÇÃO

A utilização de remédios durante a amamentação precisa ser cautelosa. Vamos classificar os remédios em cinco grupos no que diz respeito à interação que o remédio pode ter com o bebê e com a amamentação.

1 – Nenhum Efeito
2 – Prejudiciais ao Bebê
3 – Aumentam O Leite Materno
4 – Diminuem O Leite Materno
5 - Efeitos Desconhecidos

Logo abaixo vamos explorar cada uma das possibilidades.

.

1 – NENHUM EFEITO

Há medicações que não resultam em nenhuma interferência. Estas medicações não prejudicam os bebês, não aumentam e nem reduzem a produção de leite materno. A grande maioria das medicações corriqueiras (por exemplo, os analgésicos comuns) se encaixa nesta categoria.

.
2 – PREJUDICIAIS AO BEBÊ

Existe um grupo de remédios que são expressamente proibidos durante o aleitamento materno. Alguns são tão danosos para o bebê que, caso sejam remédios indispensáveis para a mãe, recomenda-se suspender a amamentação.

Um exemplo de remédios assim é a ciclosporina, utilizada no tratamento de certos tipos de câncer. Como geralmente não podem deixar de tomar a medicação, estas mães geralmente são proibidas de amamentar pelos médicos.

.
3 – AUMENTAM O LEITE MATERNO

Sim, existem remédios que realmente aumentam a produção de leite materno. Já posso ver o sorriso no rosto de algumas mães, mas nada de empolgação. O uso dessas medicações não é recomendado, exceto em situações absolutamente especiais, pois podem ter consequências muito ruins para a saúde da mãe.

.
4 – DIMINUEM O LEITE MATERNO

Por fim há medicações que reduzem a produção láctea e sua utilização pode acabar resultando em um desmame precoce, situação indesejada na maioria dos casos. Mas há ocasiões em que estas medicações são usadas propositalmente, para “secar o peito”. Um bom exemplo seria uma mãe HIV positivo. Como a amamentação é contraindicada, esta mãe poderá tomar uma medicação para que o peito seque, evitando o acúmulo de leite que poderia levar a uma mastite.

.

5 – EFEITOS DESCONHECIDOS

Há muitas medicações nesta categoria. Nesta categoria ficam os remédios que não possuem estudos específicos para mães nutrizes, mas são usados com cautela quando o benefício é maior do que o risco potencial.

.

PARA CONCLUIR

Não utilize medicações sem o conhecimento do seu médico, pois há potencial de danos para você, para o bebê e para o aleitamento. Deixe sempre que o seu médico pese os benefícios e os potenciais malefícios do uso de remédios.
.

Veja Também:

Anticoncepcionais Na Amamentação

Posso Pintar o Cabelo Durante Amamentação?

Amamentar Ajuda a Emagrecer Após A Gravidez?

Leite Fraco: Conheça A Verdade.

.

OBRIGADO PELA VISITA!
PARABÉNS POR AMAMENTAR!

top